Free HTML5 Bootstrap Template by FreeHTML5.co

ROBÔ, REDUZ MESMO PROCESSOS REPETITIVOS?

Robotização não é necessariamente um ROBÔ como conhecemos nos filmes de ficção, vou trazer uma história que irá te ajudar a compreender como isso mudou de acordo com a evolução tecnológica e remodelou o processo de pagamento de estacionamento de um shopping, o Shopping Center Recife. Você entenderá como isso foi implementado e como a robotização transformou esse negócio!

Em meados dos anos noventa o SCR (Shopping Center Recife), resolve cobrar pelos estacionamentos. Na ocasião existiam em média duas cabines por saída ou entrada, que eram composta por {uma caixa registradora, um funcionário e uma cancela}, existiam várias entradas/saídas de acesso. O processo era simples, o funcionário recebia o ticket+dinheiro, passava o troco e liberava a cancela manualmente. Lembro-me que em épocas festivas ou de promoções sair e entrar naquele Shopping era uma agonia só!

A primeira transformação no negócio se deu com a evolução da tecnologia. Com o passar dos anos a evolução tecnológica e a estruturação das redes de computadores, os caixas saíram das cancelas e passaram param dentro do SCR. No primeiro momento as cancelas passavam para o modo robótico, sendo acionadas via botão na entrada e com cartões validados na saída. Isso fez com que os caixas saíssem das cabines e passassem para dentro do Shopping, ainda com as caixas registradores um validador de cartão. Aqui seria registrado o primeiro impacto na redução de pessoal.

.

Nos anos dois mil começa a transforação digital. O surgimento de algumas tecnologias como a o TEF (Transação Eletrônica Financeira) - dedicado via internet, a flexibilidade do POS (Point of Sale) {aquela maquininha que passamos o cartão de crédito}, os monitores com touch ficaram mais acessível {R$$$}, justificando assim o investimento para a implementação de um ponto de terminal self-service de pagamento dos tickets. Foram feitos alguns terminais para testes e validação/aceitação da ideia pelo publico.

O processo repetitivo:

  • Dar o tickect + dinheiro
  • Validar o tickect
  • Confirmar o pagamento
  • Passar o troco
  • Processo 100% automatizado:

  • Inserir o cartão
  • Inserir o cartão de crédito/débito
  • Digitar a senha
  • Pegar o cartão liberado
  • Ir embora
  • Detalhe: nenhum funcionário do Shopping para a realizar qualquer tarefa pelo cliente.

    Surge a segunda transformação no negócio. O Shopping percebeu que replicando os terminas, estaria reduzindo custos, encargos trabalhistas, tempo do cliente na saída e tantas outras coisas. Ou seja, a ideia deu certo, a validação do processo, o ganho de tempo do cliente, a redução de custos. Justifica agora a implementação em massa dos terminais. Atualmente existe apenas um ponto onde você pode pagar o seu estacionamento com dinheiro, visto que existem vários terminais de auto atendimento disponíveis para isso! Ah! e um app que você pode baixar e efetuar o pagamento do seu cartão pelo seu smartphone.

    O que aconteceu?

    A evolução tecnológica (hardware e software) mais a aplicação de uma teoria que já tem um bom tempo chamada: RPA - Robotic Process Automation, ou seja, Automatização de Processos Robotizados. Essa ideia permite as empresas criarem um trabalhador digital, baseado em algorítimos inteligentes capazes de realizar tarefas de um humano sem trazer prejuízos a companhia. Segundo o The Boston Consulting Group (BCG). Estima um mercado global de robótica em torno de U$ 67 bilhões até 2025.

    Alguns benefícios para você implemente RPA na sua organização:

  • Redução de despesas gerais com os recursos envolvidos no processo
  • Velocidade e segurança na realização das tarefas
  • Substituir tarefas manuais repetitivas, por sistemas inteligentes
  • Elevar a produtividade da companhia
  • Um projeto de implementação como RPA geralmente se paga em um ano, contribuindo para uma redução em torno de 58% dos custos (dependendo a complexidade) podendo ir até 80% segundo pesquisas. A aplicação de RPA em rotinas repetitivas geram uma reduções de mais de 40% das horas gastas de um trabalhador, podendo chegar até quase 80%.

    Um ponto importante de observação. Após realizar estudos a empresa deve identificar se o percentual de redução das horas daquela tarefa é de até 20%. Em casos de menor numero, isso inviabiliza o investimento de desenvolvimento, sendo assim, é muito importante a realização desse estudo na fase inicial do projeto.

    Então se você achava que essa nova era digital com a disseminação robótica era algo PARA O FUTURO, a verdade é, faz tempo que isso é uma REALIDADE. Esse exemplo é capaz de nos mostrar que a implementação de RPA no ambiente corporativo tem sim suas vantagens. Nos meus próximos artigos, vou aprofundar um pouco mais o assunto e mesclar com a Inteligência Artificial aplicada no mundo corporativo.

    Agradeço por você ter ficado até aqui comigo.

    Grande Abraço [robÓtico]

    :D

    -->